Total de visualizações de página

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

MEUS RABISCOS EM PELE ALHEIA.



Ah, terei momentos ainda para deitar numa relva sentindo a brisa fresca e observar o firmamento e desvendar os desenhos criados pelas massas de nuvens? A última vez que senti uma paz assim foi em outubro passado quando estive no Jardim Botânico em Brasília com minha mãe e meu irmão caçula. Aqui no Jaboatão o calor está tão forte que acordo umas tantas vezes à noite com o travesseiro molhado de suor. Resultado disso é que passo o dia com uma malemolência de dar dó. Mas o trabalho prossegue devagar e sempre. A HQ para o NCT prossegue. Decidi separar os sábados para cuidar destes materiais parados para que eles vejam logo a luz do dia. Ainda não consegui tempo para desenvolver uns contos e uns quadrinhos que estão pedindo para sair da minha cabeça, mas uma coisa de cada vez, não é?

Acho quem me acompanha a tempos aqui no blog se lembra do desenho acima, estou certo? Faz parte de um projeto inacabado que chamei de FAMOUS MONSTERS, ainda falta fazer o Freddy Krueger, o Lobisomem, a Múmmia, Jekill e Hide e uns outros, assim como tenho que voltar aos temas OBRAS QUE RECOMENDO e os MELHORES QUADRINHOS DE TODOS OS TEMPOS. Bom, vamos cavar um tempinho para essas coisas no ano que chega por aí.

Uma amiga virtual feicibuquiana me passou uma mensagem comunicando que ia tatuar o Leatherface em seu corpo. Legal, pensei. Ela mandou essas fotos.


Não é a primeira vez. Quando eu ainda morava em São Paulo me falaram que uma pinup de uma felina do universo Zé Gatão adornava as costelas de um cara. Queria ter visto.


Bem, a situação do Brasil não anda nada boa pelos motivos que conhecemos e até pelos que não são transmitidos pela mídia e mesmo com todos esses espectros a nos assombrar não percamos a esperança de que tudo há de melhorar em breve. Ainda há pessoas de bem neste país.

O trabalho me espera. Fiquem todos com Deus e nos vemos de novo semana que vem, se Ele permitir.

6 comentários:

  1. Eu me lembro dos seus FAMOUS MONSTERS, Schloesser. Como tenho medo de agulhas, nunca pensei neles como tatuagens. Pensava em camisetas. Ficariam show. Aliás, muitos de seus desenhos são altamente camisetáveis. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Camisetas são um negócio muito legal, Carla, desde sempre foi meu plano fazer desenhos exclusivos para camisetas, mas nunca tive grana para investir; é serio! Sempre tem uma prioridade que me impede, mas ainda está na minha pauta.

      Obrigado pela visita e comentário.

      Grande abraço.

      Excluir
  2. Que legal!
    Sem parecer jabazeiro agora, vim pra te mostrar aqui o que postei há algumas semanas (http://visaoandf.blogspot.com.br/2015/12/ilustracoes-atrasadas-lancamento-de-um.html) e porque ando tendo problemas com meu velho e-mail... fora o drama de mandar meu notebook pro conserto, não bastasse a falta de internet em casa, que prejudicou tanto meu irmão (na faculdade) quanto me forçou a voltar pras lan houses e telecentros. Muito azar!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, então foi por isto que cê deu uma sumidinha, né? Pois então, problemas com computador e internet ninguém merece, até porque hoje em dia quase tudo depende disso, né? Espero que as coisas melhorem pra você. Vou dar uma olhada em seu link e te retorno.
      Grande abraço.

      Excluir