Total de visualizações de página

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

NUMA E A NINFA ( CENA 3 )

Sento-me rapidamente à prancheta para deixar mais uma cena deste clássico com vocês e volto aos afazeres domésticos. Sim, hoje dificilmente conseguirei desenhar alguma coisa. Ontem a Vera foi afastar uma cama para arrumar o quarto e teve um desvio de coluna; coitada, está assim, um tanto enviesada, bem, um tantão, pra falar a verdade. Já aconteceu antes e demora até ela estar plena para fazer as coisas que ela sempre faz e só ela sabe fazer. Desta feita, desde ontem tenho assumido as tarefas da casa: varrer, lavar louça (antes eu só enxugava), ajudar no almoço, lavar o banheiro e essas coisas que a gente só sabe que é um saco quanto tem que fazer todos os dias. As mulheres deviam ganhar um alto salário por manter tudo na mais perfeita ordem. E olhem que hoje já fui à rua fazer compras duas vezes (mas isso normalmente sou eu quem faço na maioria das vezes). E ela é do tipo teimosa, mesmo doente não para de maneira alguma, e do jeito que é discreta, não vai gostar de saber que falei sobre ela aqui. Fica sendo um segredo nosso, ok?

O calor voltou, enfim, agora é só quentura daqui pra frente.

A luta continua. Espero em Deus ter boas notícias semana que vem.
Bom descanso a todos.




2 comentários:

  1. Nossa, pobre Vera! Esses problemas de coluna doem demais, Schloesser. Tente fazê-la ficar quietinha pra se recuperar direito. E, se ela já descobriu que veio parar aqui no blog, diga que mandei beijos e desejo melhoras. Parabéns pelo desenho! Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Verônica já está bem melhor, Carla. Muito obrigado. Mandei suas recomendações, ela agradece e retribui, eu também, claro.
      Forte abraço.

      Excluir