Total de visualizações de página

terça-feira, 3 de novembro de 2015

MEMÓRIAS PÓSTUMAS DE BRÁS CUBAS ( 07 )


No momento trabalho no terceiro livro da nova série de anatomia. Ainda estou procurando me organizar. Sempre tive este defeito, não encontrar o caminho certo depois de um tempo parado; tento ter uma espécie de cronograma mental, tipo acordar tal horas e labutar até a hora do almoço; nos intervalos regulares, que duram em média uns 15 minutos, ler alguma coisa ou rabiscar um desenho pessoal, voltar para o tema principal, que é aquele que paga as contas e por aí segue. Claro que as atenções para a Vera e as pequenas obrigações em casa estão anexadas, mas tem vezes que algo me tira do eixo. Esta manhã acabei passando mais tempo que devia ao telefone tentando contato com uma editora e acabei perdendo "a mão" no serviço, ele não rendeu, apagava mais que o devido e fiquei procurando desculpas para não pensar nele. Uma ida ao mercado agora a tarde não estava nos meus planos e isto também atrapalhou bastante, eu e a esposa trazendo sacolas pesadas neste clima quente tira o ânimo para algo delicado como o desenho. Na verdade andei lento desde que voltei de Brasília, é natural (acho) e já recupero o pique, felizmente.

Tem dois contos do Zé Gatão escrito pelo brother Luca já a algum tempo (só esperando algumas ilustrações da minha parte) prontos para serem publicados aqui. Um deles, na verdade, tem duas partes e era pra ser postado esta semana mas não consegui tempo para colorir o desenho, mas se Deus quiser, semana que vem a primeira parte da Tigresa estará aqui.


Hoje, fiquem com mais um momento de Brás Cubas.

Espero que todos vocês estejam bem. Beijos e abraços a todos.

6 comentários:

  1. É normal perder o ritmo depois de um tempo fora, Schloesser. Sinal de que a viagem valeu, quebrou a rotina. Gostei da ilustração deste post e fiquei contente de saber que tem mais contos do Luca prestes a aparecer. Vocês trabalham bem em dupla. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadão, Carla. Realmente desde que voltei (pra ser sincero não queria ter voltado, se a Vera tivesse ido comigo, acho que não retornaria pra cá) tenho trabalhado de forma um tanto preguiçosa, mas já estou entrando no ritmo.

      Sim, enquanto novos quadrinhos não surgem (vão demorar!) o Felino continua suas aventuras em contos pela pena do Luca e uns rabiscos meus para dar um visual, além, é claro, das pinturas que vou fazendo como aquela do Gila Monster. Acho que semana que vem um dos textos estarão aqui.

      Grande abraço e felicidades!

      Excluir
  2. Nem me fala em atrasos, rapaaz...

    Tô devendo o final de uma HQ (a ser paga, espero...) que comecei há meses e um artigo ilustrado pro Aí Que Me Refiro..., uns pro Visão ANDF, além de uns brindes pra amigas de Facebook.
    E vamos em frente.
    Até mais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, ai, trabalhos atrasados, minha vida nos últimos tempos tem se resumido a isso. Vou ver se não assumo nenhum compromisso de trabalho que não tenha uma remuneração imediata, isso acaba comigo. Trabalhar para receber muito tempo depois. Veja a bio do Poe, me esforcei um bocado e nem sei se isso me renderá algo mais que uns tapinhas nas costas. Por outro lado tem a satisfação de trazer ao público um trampo bem feito, mas enquanto não fica pronto é uma tortura. Mas preciso urgente me organizar.
      Até mais.

      Excluir
  3. poderia me dizer que cena é essa do livro? obrigada!

    ResponderExcluir
  4. Ai, Amanda, que vergonha!!! Não lembro de qual cena do livro este desenho faz parte! Eu li faz muito tempo e a edição que eu ilustrei ainda não foi impressa para eu consultar. Fico te devendo essa.

    Grande beijo!

    ResponderExcluir