Total de visualizações de página

domingo, 5 de fevereiro de 2017

OLHANDO PARA OS MONTES.



Senhor, onde estás?
Deus grandíssimo, impossível de mensurar e explicar, que a tudo criou e mantêm sobre controle, o que sou eu? Apenas um pedaço de carne sustentado por ossos, com alguma consciência e que tem a pretensão de ser algo além disso?
Tem misericórdia de mim, ó Deus, pois a vida é breve por demais, tão fugaz quanto a nuvem levada pelos Teus ventos e eu me vejo num labirinto escuro. Existe saída?
Que triste mundo é este, meu Senhor, onde necessito de um pedaço de papel pintado para provar que eu sou eu e onde o dinheiro, outro papel pintado, determina que um é melhor que outro?
Onde está o amor, esta flor bela e delicada, mas tão frágil que morre ao som de uma palavra mal colocada, mal interpretada, que se transmuta em indiferença ou ódio? Existe? Bem sei que o amor só reside em Ti e ele foi manifesto na Pessoa de Jesus, que é um contigo, o resto é ilusão. Feliz daquele que cedo aprende esta verdade e foge do laço e armadilha.
Bem sei que não sou digno que olhes para mim, Senhor, mas a minha estrada da vida se encurta e o fim pode estar em qualquer esquina, com Tua poderosa mão sustenha firmemente a minha, pois sem Ti não posso caminhar.
Senhor, não te escondas de mim, por favor.





4 comentários:

  1. No, Eduardo! Love is strong. It does not break because of an inappropriate word. NEVER. Love transcends all the adversities of this world. It is waging war. It remains strong despite distances. When she breaks for a word, it was not love.
    God protect you. Hug and kisses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you for your always so positive words, Mira.
      We have different ways of seeing life, yours is certainly much brighter. Thank God for this.

      A big hug.

      Excluir
  2. Muito bonita sua oração, Schloesser. Só me resta dizer: Amém! Fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Carla! Que Ele esteja sempre com vocês, também.

      Excluir