Total de visualizações de página

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

NUMA E A NINFA ( CENA 7 )

Atualmente me sinto como um cara numa balsa, sem os remos, em um rio proceloso. Não tenho como me direcionar, então nada me resta a não ser esperar que as corredeiras me levem a um destino menos cinzento. Estou sendo dramático? Não sei, talvez. Entreguei um livro esta semana, quando vão me pagar, não sei. Antes era cumprir o prazo, assinar contrato e receber na data prevista, hoje a burocracia subverteu tudo, parece até que o faxineiro da empresa precisa dar o seu aval para que as artes sejam aprovadas. Não adianta reclamar, se quiser trabalhar, faça o que lhe pedem e aguarde sem reclamar, pois podem te chutar e por um outro qualquer no seu lugar por um preço bem menor - aliás, já aconteceu com a linha dos infantis, percebi que qualidade não é levado em conta.

Me prometeram um outro tomo da coleção, acho que será O Mulato, do Aloísio de Azevedo. Mas quando virá, não dá pra saber.

Semana passada participei de um encontro de desenhistas em Olinda. Proposta interessante a de cada um desenvolver uma hq nos três dias do evento, algo meio de improviso. Foi legal o papo entre pessoas que no meio de toda a confusão em que vive este país ainda encontra tempo e inspiração para criar uma história em quadrinhos envolvendo nossa realidade com um pé bem fincado na fantasia. Na real eu estava pouco inspirado, minha linha de produção envolve estudo e concentração, solidão e calma, mas ainda assim fiz uma página e meia ( tá certo dizer "uma página e meia"?), não fui os outros dois dias, não consegui.
Não posso dizer que me senti um velho, mas só tinha gente nova lá, o cara mais velho depois de mim, tinha 45 anos, eu, em dezembro, completo 52. O Thony Silas, um jovem e simpático rapaz que produz para a DC Comics, consegue a proeza de esboçar diversas páginas de uma hq em uma tarde. Os traços dele parecem de uma espontaneidade sobrenatural! Bem, cada artista (ou arteiro) com seu método.

Depois de quase um mês parado, ontem voltei a trabalhar na biografia do Poe, e assim ela se arrasta.

Fiquem bem e com mais uma imagem de Numa e a Ninfa.




4 comentários:

  1. Grafismo lindo, Eduardo! Sei como é esse lance de participar de eventos. Apesar de ir a alguns de vez em quando, cada vez preciso de mais energia para sair porta afora e ir. Vc disse que o mais novo tinha 45? Então todos eram de nossa idade ou mais velhos. Entendi certo?
    De qualquer forma, força aí, que tudo se ajeita.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gilberto, grato por sua visita e comentário.
      No texto fui eu que me expressei mal. Só tinha garotão por lá, e alguns na faixa dos trinta. Já corrigi a redação. Valeu pela observação.
      No mais vamos lutando.
      Grande abraço.

      Excluir
  2. Oi, Schloesser! Estou impressionada com o desenho e preciso perguntar: foi inspirado em pessoas reais? Volto pra ler a resposta. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Carla! Raramente uso modelos em meus desenhos, este, assim como 99,9% das minhas produções, são frutos da minha imaginação.
      Forte abraço e muito obrigado.

      Excluir