Total de visualizações de página

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

FELIZ NATAL! UM PRÓSPERO 2015!



Postagens em períodos natalinos são sempre complicados para mim, os motivos já declinei em outros escritos por aqui. Nos últimos tempos venho tentando vencer estas barreiras que as memórias de infância me impuseram. Soube que o pastor Silas Malafaia dissera que é a data em que se comemora o nascimento do Salvador, daí deve ser celebrado de fato, com alegria e sinceridade de coração. Concordei. Pouco me lixo se os homens usam o natal como desculpas para turbinar o comércio. Cada um, cada um. Aí chegam Os Defensores do Evangelho e nos lembram que Jesus não nasceu no dia 25 de dezembro, mas numa data bem diferente e distante do final do ano e o que festejamos na verdade não é o nascimento do Messias mas divindades pagãs como Mitra. Sabem, acho mesmo que as pessoas gostam de complicar. De fato, não sabemos exatamente o dia que Jesus nasceu, mas se os homens aqui no ocidente, sei lá porque motivo, escolheram esta data para comemorar, comemoremos. Deus é quem prova os corações, ELE sabe da sinceridade e motivos de cada ser vivente. Eu não me sento em mesa de ídolos para adora-los, minha adoração é dirigida exclusivamente a Jesus, o único e suficiente Salvador. Então como e bebo dando glórias a Ele, não só nesta data mas em todos os dias de minha vida.

O que pega pra mim no natal é a correria, sinto um desgaste maior nesses dias. Sempre tem um ítem ou outro que precisa ser comprado no mercado e tem aquelas filas enormes. Neste lado da família só a Verônica entende de cozinha e eu sou o auxiliar, sem contar que sou aquele que cuida das sobremesas, depois ficamos para lavar pratos e panelas, minha sogra dá uma força, mas parece não ser o suficiente, no final das contas ficamos bem cansados. E quando aparece alguém dando um faniquito qualquer e acaba com o clima? Já aconteceu. Bem, são as imprevisibilidades da vida.

Por tantos percauços nesses últimos meses eu Vera decidimos não fazer ceia ou coisa que o valha, mas minha mãe e minha sogra nos convenceram do contrário, então teremos algumas guloseimas, sim.

Eu, em retrospecto, diria que 2014 foi um ano turbulento, mas como foram todos os outros anteriores, pesados na balança acho que as situações se equlibraram. O saldo graças a Deus foi positivo, considerando que familiares e amigos estão ainda conosco lutando suas batalhas. Sei que nem todos tiveram esta sorte, infelizmente (força, minha amiga, Deus é contigo), é duro, mas vida tem que continuar.
Um ano que ficou marcado positivamente foi o de 2011 pois foi nele que publicaram dois ábuns do Zé Gatão, um pela PADA e outro pela Devir. Veremos se em 2015 teremos a bio do Poe e a conclusão de Memento Mori.

Bueno, nem esperava escrever tanto (noto que infelizmente o número de acessos a este blog diminui a cada dia, o que é uma pena) mas me empolguei.
O desenho de hoje já foi postado aqui mesmo, se não me engano, em 2010, mas não tive tempo de criar novidade.

DESEJO A TODOS UM FELIZ NATAL E UM PRÓSPERO ANO NOVO!

Dou um break nesses dias de festas e retorno, se o Salvador permitir, na primeira semana de 2015 com novos textos e novos desenhos. DEUS ABENÇOE A TODOS.





8 comentários:

  1. Oi, Eduardo!
    Você sabe que também não sou um grande fã dessa época natalina, mas procuro pensar nas coisas boas que podemos e devemos fazer, sem o compromisso de recebermos algo em troca. Acho que esse sentimento é um legado de tantos e tantos filmes da Sessão da Tarde dessa época durante a minha infância. Catequizado por uma tela de 14 polegadas... sabe como é? Ainda assim, esse sentimento me conforta e é bem isso que você falou: comemorar o nascimento de Jesus, sem se importar se a data é correta ou se transformaram essa época numa estratégia mercantilista. Gratidão é um sentimento poderoso que, às vezes, deixamos de lado. E esta época é um bom momento para colocar isso em prática. Foi nisso que o Natal se tornou para mim nesses últimos anos. E o que importa é aquilo que está em nossos corações. Então, bom Natal a você, sua família e a todas as pessoas que acompanham o seu blog! Grande abraço, meu amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Leandro, sei bem o que você sente a respeito deste período do ano, meu amigo, sinto algo parecido, fosse eu solteiro, me desligaria de tudo, ia assistir um bom filme e ia dormir cedo e com protetores auriculares para não ouvir os fogos. O natal ainda vai, mas a virada do ano, dificilmente desce, mas acho que como homens civilizados, aprendemos a jogar conforme as regras. E, sim, comemoremos o nascimento do Messias. Já lhe desejei meus melhores votos e os reitero aqui. Grande abraço e conte comigo para combater lado a lado as lutas que virão no ano que se acerca.

      Excluir
  2. Que lindinha a rena de estimação, Schloesser! O desenho ficou muito legal. Creio que 2015 será um ano muito bom pra você. Aposto na bio do Poe pra alavancar seus outros trabalhos. Espero que o Natal de vocês seja tranquilo, junto à família. Vocês merecem. São gente boa, batalhadora e amiga. Muito obrigada pelas orações! Funcionaram. Felicidades!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Carla, desejo o mesmo a você e sua família, você já me deu provas de que é especial várias vezes, um tipo de pessoa que hoje raramente se encontra.
      Sabe, a Bíblia diz que a oração de um justo pode muito em seu efeito, claro que estou muito longe de ser justo, mas aí notamos a infinita misericórdia de Deus, ele nos ouve mesmo com nossas imperfeições, ELE conhece as intenções de nossos corações (nossa, quantos "ões"!).
      Abração e aproveita as festas.

      Excluir
  3. Disse tudo, Eduardo. O Natal é muita coisa, para muitos. Eu particularmente, graças à Graça, aprendi a me soltar um pouco mais e comemorar. Minha família, por diversos motivos que não cabem aqui, sempre teve Natais um pouco desolados. Mas é sempre emocionante ver brilho nos olhos de muitas pessoas, crianças ou não.
    Espero que suas Festas sejam perfeitas e sejam o prenúncio de um 2015 ainda melhor. Acredite sempre.
    Um grande abraço pra vc e família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo, Gilberto, se temos a possibilidade de dar Graças ao criador e confraternizar, com a família, a esposa ou amigos, deixemos de ideias derrotistas e celebremos.
      Desejo a você e a Graça tudo de bom, neste natal e no ano que chega. Tamos juntos.
      Um forte abraço e obrigado.

      Excluir