Total de visualizações de página

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

QUADRINHOS QUE RECOMENDO ( MONSTER ).


Meu notebook, este importante instrumento de trabalho, já faz uns dias, apresenta uns estalidos estranhos e trava vez por outra, nada muito grave mas é um sintoma de doença, eu acho. Consultei dois especialistas no assunto e eles acham que pode ser problemas no meu HD. Um deles disse ainda que pelo tempo, já vai fazer seis anos que tenho o aparelho, ele pode estar com os dias contados.
Bom, não tenho recursos no momento para comprar outro, nem mesmo um HD externo para salvar meus arquivos. Mas vou ver o que pode ser feito. Mas já sabem, se eu demorar demais a voltar por aqui pode ter sido este o problema.

Este blog não só diminuiu sensivelmente o número de visualizações diárias mas também de seguidores. Ok. Enquanto tiver um único, continuarei postando sempre que possível.

Bueno, voltamos com a coluna onde recomendo um quadrinho.
Na verdade tenho lido pouco gibi, não tenho comprado mais nada, há um grande número de clássicos para reler e pouco tempo para tanto. Mas no ano passado li duas obras que me mantiveram preso à leitura, uma delas foi o ESCALPO da linha Vertigo e o mangá Monster, do qual falaremos hoje.


Quem me conhece bem sabe que os mangás não são o meu forte, não é preconceito, ouço falar de inúmeros títulos que são imperdíveis, é que não tenho muito acesso mesmo.
Ainda na década de 80 eu colecionei o que foi lançado: "Crying Freeman", "A Lenda de Kamui", "Mai, A Garota Sensitiva" (até hoje não li porque nunca encontrei o último número) e "O Lobo Solitário" (também não consegui ler a saga completa).

Bem, falemos de "Monster" de Naoki Urasawa.

O irmão caçula da Verônica comprou os 18 volumes da história e me emprestou, confesso que foi difícil largar a coisa. Prende mesmo!
Trata-se da história de um médico, um neuro-cirurgião brilhante com uma carreira promissora que tem sua vida destroçada por salvar a vida de um menino baleado na cabeça; tentando reverter o que ele julga ter sido um erro de julgamento, passa pelas mais diversas e violentas situações, caçado pela polícia de diversos países (a saga se passa na Europa pós queda do muro) e salvando vidas por onde passa. Conspirações políticas, profecias apocalípticas, romance, tudo muito bem dosado. Se bem que tem uma certa enrolação, personagens que aparecem bem no meio da trama com sua história pessoal e que somem para depois reaparecer alinhavando a narrativa.


Os desenhos tem aquele charme dos quadrinhos japoneses e a narrativa é cinematográfica. É sabido que os autores de mangás trabalham com uma grande equipe, então fica difícil dizer o que o autor fez exatamente. Fez tudo sozinho? Só os esboços e outros finalizaram? Desenhou e finalizou os personagens e outros cuidaram dos cenários e adereços? Atores da trama são simplificados enquanto os cenários, carros, armas e etc, são bem realistas. Bem, não importa, Desenhos e história se completam. Uma obra que merece ser lida e relida.

Um grande beijo para todos vocês e até a próxima.


 







6 comentários:

  1. De mangá, não entendo nada, Schloesser, mas é bom saber que esse te fisgou. Quando der tempo, já sei qual ler. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penso que você iria gostar, Carla. Existe uma outra obra do mesmo autor com 24 volumes muito elogiado pela crítica, um amigo está colecionando, quando chegar ao fim vou pedir emprestado para ler, se for possível comento aqui.

      Obrigado e um forte abraço.

      Excluir
  2. Olá, Eduardo! Ficar refém do computador é péssimo. Espero que tudo se ajeite e nada de ruim aconteça. Por aqui tive problemas ano passado, tive que comprar um note em dez parcelas! Ainda estou pagando, mas valeu a pena.
    Também não conheço muito mangá. Esse parece legal. Deixei pra ler seu conto agora à noite. Mas t´difícil concentrar, inventaram uma festa no vizinho, daquelas de adolescente, barulhentas. Mas assim que ler te falo. Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gilberto! Que bom vê-lo de volta!

      Realmente é um saco quando nossos instrumentos de trabalho começam a dar sinal de fadiga, ainda mais quando o dinheiro tá escasso. Mas espero que meu notebook ainda resista mais um pouco.

      Monster é legal sim, se tiver oportunidade e fôlego, leia, vale a pena.

      Quanto ao conto, recebi ótimas críticas de gente que entende, fiquei orgulhoso. Mas leia com calma sem interferências para entrar no clima da história.

      Obrigado e um baita abraço.

      Excluir
  3. Eduardo, é melhor vc se apressar e fazer um becape, esses estalos indicam hd indo pro espaço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô ligado, brow, estou dando um jeito de arrumar um HD externo. Não há muito o que eu possa fazer no momento a não ser torcer para que este note dure um pouco mais.

      Valeu pelo conselho.

      Abração.

      Excluir