Total de visualizações de página

domingo, 26 de maio de 2013

CEFALÉIA.



Se alguém me perguntar o que mais odeio além dos insetos, eu responderia que é dormir mal e comer pessimamente. Acho horrível uma noite mal dormida, sinto dores de cabeça, olhos irritados, uma moleza que tira a vontade de produzir.
Me lembro muito bem o melhor bolo que já comi, foi no casamento do Gil, meu irmão, em contrapartida não dá pra esquecer o pior, foi numa festa de aniversário de uma amiga de minha mãe.
Comer bem e dormir bem é um prazer do qual nunca abro mão quando me é possível. Esta é uma das razões pela qual não gosto de dormir fora de casa.
Felizmente, Deus me abençoou com uma companheira extremamente  asseada e excelente cozinheira. Ela esta sempre pesquisando temperos diferentes e novas receitas, nunca faço sugestão de cardápio, mas jamais me desaponto. Não há sal nem gordura em demasia, bebemos pouco refrigerante e sobremesas geralmente aos domingos, e olhe lá. Pelo qua já descrevi de minha rotina, vocês podem deduzir que não somos glutões e nos alimentamos nos horários devidos. Odiamos álcool e cigarro. No entanto, ambos, fomos ao cardiologista para exames de rotina e estamos com a pressão alta. Ela talvez justifique, porque apesar de estar com o peso proporcional à sua altura, há anos toma medicação para o problema de hipotiroidismo, então se o remédio não está controlando a pressão é só tomar outro que dê conta do recado. Mas no meu caso, a recomendação é trocar a medicação e voltar urgente aos exercícios, fazer dieta e tals. Aí é que a coisa pega. Não sei se isto vai funcionar comigo. Na boa, isto tudo é bonito, mas só chega lá quando a pessoa é muito disciplinada e dedicada. Minha meta é o melhor traço, cor que transmita sensações, a transmissão de ideias através de imagens em sequência.
Sempre fui um entusiasta do fisiculturismo, coisa que abandonei a muitos anos, mas mesmo no meu auge, nunca foi meu objetivo ser Mister Universo. Entendem o que quero dizer? Meu ideal de vida era estar entre os melhores no mágico mundo das artes gráficas.
Ok, nada contra os exercícios e caminhadas, mas acho que a coisa só tem eficácia com a dedicação, ou seja, tem que haver muito suor, e isso demanda uma energia mental que me faltará na hora de me sentar à prancheta. Tá certo, deve haver aquele cara que chupe cana, assobie e toque trombone ao mesmo tempo, mas não é meu caso.
Terei agora que comer legumes com o mínimo de sal, todas essas coisas, um preço bem pequeno para evitar um AVC, uma falência dos rins e todas as coisas a que está sujeita uma pessoa hipertensa. Vou avisando que não estou obeso.
Os produtos dito "lights" custam o olho da cara, meu irmão disse certa vez: é mais barato ser gordo. A verdade é que depois dos 40 a máquina começa a dar problemas. Então em nome do bom senso, vou parar um tempo todos os dias com as ilustrações e caminhar como um bom velhinho e comer saladas e legumes.
Espero que funcione, afinal o Bukowski morreu depois que parou de beber. Parece que o Poe também.

5 comentários:

  1. Torço aí para que você consiga a energia suficiente para manter o nivel na arte e nas caminhadas, Eduardo. É difícil, mas vale a pena. E sei o que qer dizer quando se refere a gostar de musculação, mas mirar seus objetivos não tão altos. Eu corro regularmente, mas nunca fui de elite. Corro porque gosto e me faz bem. Há dias em que a vontade não parece e simplesmente não corro.
    Bacana o desenho a Bic.
    Um grande abraço,

    ResponderExcluir
  2. Agora vi que comi a letra "U" em "que" e uma letra "a" em "aparece".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Gilberto.
      Pra falar a verdade eu nem tinha reparado nos errinhos de digitação, esquenta com isso não.

      Rapaz, eu também torço por mim no que se refere a perder uns quilos. Digo isso porque na verdade tô cansado desta merda toda. Me aposentei dos ferros e todo esforço que não seja a produção de desenhos, esta é a única coisa que me dá alguma satisfação, além é claro do que já citei na postagem, comer bem e dormir bem sempre que possível. Comer bem já está me sendo tirado, mas vou fazer este esforço para que uma doença qualquer oriunda da hipertensão me impeça de criar minhas pobres artes.

      Obrigado de novo, uma abração e boa semana.

      Excluir
  3. Edu,

    se caminhar fizasse bem, os carteiros seriam eternos... acho a caminhada um excelente exercício para se descansar a cabeça e ter novas idéias, caminhar com outra pessoa é bom para manter o papo em dia. No mais acho que vale o conselho do Walter Franco: "Tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo."

    Abs

    Gil

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, meu brother.
      Mas terei mesmo que fazer um esforço, até para agradar minha patroa.
      Grato pelas palavras.
      Um abração.

      Excluir