Total de visualizações de página

terça-feira, 20 de setembro de 2011

ALGUMAS PEQUENAS COISAS.

Ontem foi um dia estressante, tudo por causa da minha frustrada tentativa de publicar o conto SECA CRUEL.
Na verdade estes últimos dias tem sido assim, complicados, solitários e cansativos.
Hoje o dia trouxe algumas boas surpresas. O trabalho rendeu, estou quase no fim das ilustrações do livro O CABELEIRA de Franklin Távora; com a mão cansada me sentei em frente ao computador para verificar meus e-mails e me deparei com uma mensagem do Leandro (editor da Devir) com a capa de ZÉ GATÃO-MEMENTO MORI, para eu conferir. Pessoal, tá muito legal. Breve este livro deve estar ganhando o mundo.

No Zine Brasil, da doce Michelle Ramos foi publicada uma entrevista comigo, quem quiser conferir, é só acessar  tp://zinebrasil.wordpress.com/ , boa matéria. Ok, sou suspeito pra falar, mas acho que vale a pena.

A noite chegou fresca, fui à padaria sentindo o vento que vem da praia, no quarteirão além da minha casa, uns cinco vira-latas descansavam refestelados na poeira da rua. Alguém deve ter alimentado eles. Já sei que não sairão mais dali, esses tipos são iguais a alguns seres humanos, faça um favor e nunca mais você se livra deles. Obviamente não são vacinados, tomara que não mordam alguma criança. Se for pra dar o alarme na calada da noite ou morderem algum ladrão metido a esperto, então tá liberado. Pra bandido todo castigo é pouco.
Na volta do comércio, o ar que respirei não era tão salutar, um forte cheiro de maconha. Três jovens típicos, bermudão, tatoos, piercings, cabelo escovinha, arrogância total, vindos da praia, tragando na boa, sem preocupação alguma. Por algum motivo me senti de novo como uma espécie em extinção.

Este desenho eu achei na web por acaso. Foi feito pelo Braga, um dos membros da P.A.D.A. Estava no Fotlog dele. Achei um estilão assim, desenho animado.
Grande Braga! Valeu a homenagem brother. Obrigado.

É, hoje o dia foi legal, como todos que o Senhor nos dá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário