Total de visualizações de página

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

MAIS UM POE.

No som do computador estou ouvindo Sweet Dreams na guitarra do Mark Knopfler e do Chet Atkins pela milésima vez, dá pra se sentir nostálgico e melancólico. Sinceramente acho que é uma canção para se ouvir sozinho num dia frio, não no calor que faz nesta cidade. Mas como não há outro jeito, o melhor a fazer é relaxar e aproveitar o vento morno produzido pelo ventilador.

Estou vagabundo estes dias enquanto aguardo duas confirmações de trabalho. Sinto-me culpado, eu deveria estar adiantando minhas artes pessoais, mas qual o quê, ao me sentar na prancheta um desânimo sobrenatural submerge toda e qualquer inspiração. Tenho me questionado mais que nunca se vale a pena o esforço. Na verdade tive momentos de entressafra antes, então vou aproveitar estes dias sem esquentar demais a cabeça com coisas inúteis. O bom e velho desejo de criar sem a preocupação do retorno financeiro há de reaparecer, então vamos ver o que sai.

Enquanto isto não acontece, fiquem com uma cena da biografia do Edgar Alan Poe.

2 comentários:

  1. Página sensacional meu amigo, essa pergunta sempre aparece na cabeça de todo artista, "será que vale a pena" no final sempre vale meu caro. Continue o seu belo trabalho.

    Um Grande abraço

    ResponderExcluir
  2. Esta é a pergunta que nunca se cala, não é mesmo Alex? Sim, vale a pena. Principalmente quando alguém, como você, nos incita a prosseguir na caminhada, por mais clichê que isto possa parecer, ajuda muito.
    Obrigado e um abração.

    ResponderExcluir