Total de visualizações de página

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

O ESCORPIÃO DE PRATA.

Escorpião de Prata. Nome legal esse, né? Melhor que um tal Zé Gatão. Certa vez fui criticado por um cara, dono de uma loja de quadrinhos, que disse sem nenhum constrangimento: "cara, cê criou um personagem muito rico com um nome muito idiota!" Como muita gente sabe, minha intenção era um personagem de humor para umas tiras humorístico-filosóficas. Como a coisa saiu do meu controle, ele acabou virando um personagem taciturno de acordo com meu humor no momento de criar as hqs, daí o nome ficou um tanto díspar se comparado às situações vividas por ele em suas aventuras. Mas estou, como de costume, saindo do assunto, o papo aqui é o Escorpião de Prata.
Este personagem foi criado pelo Eloyr Pacheco em 2007. O Eloyr é um cara muito conhecido no meio dos quadrinhos tupiniquins, principalmente no sul do país, foi editor da famosa e falecida Brainstore, editora que publicou Quebra-Queixo, Hitman, Lobo, Preacher e vários outros títulos da Vertigo. A extinta Metal Pesado também teve sua edição, bem como a revista Canalha.
Recentemente ele me pediu uma fanart para seu personagem. Pedi a ele que esperasse um pouquinho e saiu a imagem que vemos hoje.
Au revoir.


4 comentários:

  1. Que legal! Não conheço muito de produções nacionais pelas bancas por aqui perto de casa, tudo que fico sabendo é pelos blogs e pela internet mesmo, é muito bom saber que tem produções brasucas, afinal as gringas vem com alguns conteudos que não se encaixam com nossa cultura e forma de viver...
    Muito bom, abraço!

    À bientôt!

    ResponderExcluir
  2. Salve, Bruna Trovão!
    Pois é, há uma grande quantidade de material nacional de qualidade circulando pelos festivais de quadrinhos, livrarias e (acho) até bancas de jornais. Quase todas, senão todas, editadas de forma independente. Há esperança de que este quadro mude, as editoras se fortaleçam e editem, e distribuam estes materiais para que uma boa parte dos aficionados tenham acesso, a economia se aqueça e tenham condições de adquirir e o governo crie vergonha na cara e faça sua parte para erradicar de vez o analfabetismo neste país e tenhamos assim, um mercado de quadrinhos forte, porque talento esses artistas tem de sobra.
    Ontem mesmo, fiz, a pedido de dois artistas jovens, uma fanart de uma personagem criada por eles chamada "Valkíria", breve postarei aqui.
    Brigadão e um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Caramba, será que um dia chego a colorir tão bem assim. Você é incrível cara,sério mesmo, estou boquiaberto com o seu trabalho. Zé Gatão não é um nome muito chamativo, mas atiça a curiosidade, o que é um trunfo.

    Grande abraço e parabéns pela belíssima arte!
    Takamura do blog: Tatsu Estúdio

    ResponderExcluir
  4. É claro que consegue, amigo Takamura, é só pegar nas tintas e por na tela (ou papel) e não ter medo de ousar. Empenho e treino e mais treino. Não saiu como você esperava? Tente de novo e de novo, sempre experimentando. Confesso que as tintas e o branco do papel me atemorizam, nunca sei que resultado vai dar, mas aquele espaço em branco fica ali me desafiando, aí venço os temores e vou fundo. Nem sempre sai como eu planejo, mas algum resultado positivo sempre tem. Estudo e perseverança é o caminho, mas eu sei que não estou te dizendo nenhuma novidade.
    Obrigado por suas visitas e comentários.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir