Total de visualizações de página

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

MY CRAZY SKETCHBOOK ( 03 )


Semana complicadinha, pra variar, mas não porque eu esteja atulhado de trabalho, afinal a editora ainda está organizando os próximos livros que deverei ilustrar, mas é coisa de casa mesmo, contas pra pagar na rua, mercado com filas quilométricas, o calor que voltou com tudo, chuvas fora de época que surpreendem na rua e esta fadiga muscular onipresente que sinto devido a medicação que tenho que tomar (pelo menos é o que acho, a bula do remédio atesta).
Isto, claro, refreia minha produção particular. Então recorro ao meu caderninho de rabiscos direto na caneta para não deixar este blog sem desenho. Esta cena foi a primeira versão de "ZÉ GATÃO - PESADELO E CATACLISMO" que me veio a mente.


11 comentários:

  1. Lembra um placar de videogame, Schloesser. Acho que, se você tivesse nascido norte-americano, o Zé Gatão poderia ter virado protagonista de um jogo de luta. Esse "tubarão" poderia ser o chefe do placar.
    Por favor, não se sobrecarregue por causa do meu conto. Se não tiver nada no jeito, deixa pra lá, OK?
    Abraço e melhoras!

    ResponderExcluir
  2. Tanks, Carla. Zé Gatão num jogo de luta, já pensou? Eu iria gostar, só assim pra ganhar um dinheirinho com ele pelos royalties.

    Na verdade eu estou bem, só muito cansado, mas não é novidade nenhuma.

    Também não tenho nenhum desenho "sobrando" para o seu conto, mas vou fazer um, o tema me interessa.
    Acho que neste fim de semana dá pra sair alguma coisa e mando por e-mail.

    Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Schloesser! Pode ser com caneta Bic mesmo. Acho seus "rabiscos" muito legais.
      A primeira vez que pensei num game do Zé Gatão foi quando vi um de seus desenhos de luta que tinha uma arma bem legal, um tipo de maça presa a uma corrente. Mais videogame que isso, impossível.
      Se cuida e fica com Deus!

      Excluir
    2. Li seu conto. Achei duca. Pena mesmo que você se segurou pra não abusar do sexo e violência. Ia ser de tirar o fôlego. Mas eu te entendo.
      Todas as cenas caem como luva para meu traço, mas pensei em uma em particular. Só não vou fazer a do casal no caixão pra não espantar seu público.
      Aguarde.

      Excluir
  3. Sei como é isso, de perder tempo na rua e findo o dia, ver que se afastou do amados desenhos...
    Por aqui está parecido.
    Estou devendo um desenho do Zé Gatão. Mas não esqueci.
    Grande abraço,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, bacana, Gilberto, será legal ver o personagem no seu traço. Mas sem pressa, faça quando tiver tempo e se sentir inspirado.
      Abração.

      Excluir
  4. Vou te revelar um segredo: nunca li uma história do ZÉ GATÃO até hoje (hein?!) , mas... pretendo fazer uma ilustração dele, assim mesmo e te presentear.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca leu as minhas obras?!? Anderson, vou te dizer, se você não é moralista, nem tem coração e estômago sensíveis, eu diria que você iria gostar. Mas entendo, não é fácil de achar e geralmente os livros são caros.
      Quanto ao desenho, mal posso esperar.
      Obrigado e um abraço.

      Excluir
    2. Ah, Anderson, lembrei: se você tiver saco pra procurar, tem umas hqs curtas do felino que postei aqui no blog.

      Excluir
  5. Bom, já assisti filmes de terror e ação sangrentos e/ou bizarros antes de dormir e nunca tive pesadelos. Quando li um n° da extinta ANIMAL com a loira mascarada BIONDA na capa (em 2000), tomei um baque e até não gostei (muito). Mas, já conhecia até a TANK GIRL, que fazia parte do conteúdo.
    Já folheei páginas da HEAVY METAL.
    Quando eu era aluno do DINAMO STUDIO, folheei a PIXÚ... achei assustador e pesado pra cacete! E também não tive insônia. Hehe... isto quer dizer que sou mais forte do que pensava (mais risos).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, meu caro, significa que você está apto a ler o Zé Gatão, que aqui pra nós não é tão pesado assim. Uma obra que me chocou foi uma chamada Anarcoma de um artista espanhol chamado Nazario. Ali bicho pega.

      Excluir