Total de visualizações de página

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

UM LOBO DAS ANTIGAS

Nestes últimos tempos o corre-corre tem sido intenso e parece não haver rendimento no esforço. Com a chegada das festividades de fim de ano então a coisa piora. Mas estou em dia com o Manual de Desenhos e as ilustrações dos infantis.
Bem, como gosto de alternar artes antigas com trabalhos recentes, temos hoje mais um de tempos remotos.
Este, se não me engano é de 1994. Trabalhei um período numa agencia de publicidade cujo dono não entendia de merda nenhuma (incrível como dou sorte com tipos assim!), não foi a toa que faliu meses depois de abrir. A tal agencia se localizava na Av. Nossa Sra. do Sabará. Eu pegava o ônibus no Largo São Francisco e levava mais de 50 minutos até o local. Imagino que hoje, com o atual trânsito paulista, eu fosse chegar já na hora de de encerrar o expediente (o que não seria mal, pois aquilo era muito chato!).
Certo dia, sem ter o que fazer, peguei um lápis de cor e deixei a mão trabalhar ausente da cabeça e saiu este lobinho.
Algumas pessoas me perguntam: "Qualé a deste lobo, Eduardo ?" A última foi o Nestablo. Acham algo de enigmático na figura.
Parece andrógino? Na boa, não vejo nada demais. É só um lobo. Apenas uma ilustração para desopilar o fígado em meio ao caos cotidiano. GRRRRR......

2 comentários:

  1. legal esse lobo ....
    é das antigas mesmo quando eu era criança via esse tipo de lobo nas historinhas infantis....
    ficou muito engraçado...

    ResponderExcluir
  2. Valeu pelo comentário.
    Mas um lobo desses não
    assustaria as criancinhas?

    ResponderExcluir