Total de visualizações de página

quarta-feira, 3 de julho de 2013

FAMOUS MONSTERS 05



Drácula, o vampiro-mor.
Não sei, parece-me que os filmes de vampiros saíram de moda. Alguém aí concorda? O último bom mesmo que assisti foi 30 dias De Noite, uma adaptação dos quadrinhos, de resto, se teve mais algum não consigo lembrar. Acho que o gênero se desgastou através do tempo e a série Crepúsculo cravou de vez uma estaca no peito dos chupadores de sangue. É a impressão que fica depois de ter assistido aos grandes clássicos com Bella Lugosi e Christopher Lee (o período que abrange estas pérolas vão dos anos 30 ao início da década de 70, se não estou errado).
No início dos anos 80 a Hora do Espanto gerou uma grande expectativa, mas achei apenas mediano. Gostei da adaptação de Entrevista Com o Vampiro para as telonas e o Drácula de Bran Stoker, mas acho-os um tanto superestimados, este último ainda teve a mão do Coppola, o que deu um charme extra ao filme.
Não acompanho as séries de tv com o tema, os quadrinhos sempre vem com alguma novidade como o Vampiro Americano, na literatura o mestre Stephen King trouxe coisas legais como o pop Salem´s Lot, mas nada supera, na minha opinião, ao clássico que deu início a tudo, Drácula, magistralmente escrito por Bran Stoker. A descrição da tempestade ainda é um dos grandes momentos da literatura mundial.

Na minha modesta versão, tentei abranger um Drácula que fosse uma fusão dos clássicos da Hammer.

6 comentários:

  1. Fala, Eduardo! Também gotei de 30 dias de noite. Tempos atrás baixei o quadrinho, mas acabei não lendo direito e devo ter ele gravado em algum cd por aqui, me esperando.
    Vamos esperar que o tema se renove.Quem sabe...
    O rosto do Drácula em close tá incrível. Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Curiosamente, Gilberto, eu não ia fazer este close, era apenas pra ser a figura do Bella Lugosi em tom monocromático, mas como gosto muito da versão de Drácula pelo Christopher Lee não podia deixar de prestar minha homenagem, tornando assim a arte um amálgama de vários vampiros ao longo do tempo. Pelo retorno que tenho tido, acho que logrei sucesso.
      Obrigado.

      Excluir
  2. Estamos na época dos vampiros emos e dos zumbis. Haja paciência! Ainda bem que você optou pelo clássico. Ficou muito bom. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente é zumbi pra todo lado, né, Carla? Mas com os mortos-vivos pelo menos alguns trabalhos estão decentes, vide a série Walking Dead (hq e tele série) e o Guerra Mundial Z.
      Grato por seu comentário.
      Abração.

      Excluir
  3. A minha resposta a isso é que ninguém mais quer fazer algo realmente bom e genuíno vindo direto da imaginação, hoje em dia só se faz o que é comercial, o que será destinado a adolescentes e terá muitos clichês e melação... Os criadores não estão preocupados em surpreender o público, estão preocupados em agradar com "mais do mesmo" eles querem é vender e o que me admira é que tem quem compre!
    bjo

    ResponderExcluir
  4. Salve, Bruna.
    Concordo, no cinema só vemos refilmagens, genéricos em sua maioria de qualidade duvidosa.
    O que aparece de original ou passa batido ou vem travestido de cult antes do aval do público.
    Beijão.

    ResponderExcluir