Total de visualizações de página

sábado, 5 de junho de 2010

VIUVINHA 03

Quando me propuz criar este blog, prometi a mim mesmo deixa-lo sempre atualizado. Como já disse anteriormente, sigo alguns blogs de artistas que acho fantásticos, mas que cometem o pecado de ficar até várias semanas sem dar notícias.  Eles devem ter lá seus motivos, mas é um tanto brochante não encontrar novidades. De qualquer jeito, ontem eu falhei, a net me deixou na mão. Já falei pra minha esposa que na primeira oportunidade que Deus me der, vamos embora daqui, neste lugar (Jaboatao) nada funciona direito.
Mas chega de reclamações, estou incomodando um brother meu para para fazer o post de hoje, e não fica bem eu enrolar demais no computador alheio (aliás, reparem como este texto tem pontuação). A arte de hoje é mais uma cena do livro "A Viuvinha". Vamos ver como me saio amanhã, se a minha internet voltar.
Pra você, bom domingo.

2 comentários:

  1. Fala, Eduardo!
    Mais uma excelente ilustração, cara! Não que isso seja qualquer novidade...rs

    Mas o que eu tô achando muito interessante é a maneira como você consegue variar e adaptar os estilos pra cada projeto - Tipos, nos desenhos pro Alienista, muitas linhas e bico-de-pena, que remetem a artistas como o Alcala ou o Wrightson (aliás, já viu o Frankenstein dele? AULA de bico-de-pena!). Já aqui, noto um traço mais arredondado e muito pontilhismo nas sombras. Me lembra artistas como Al Jafee, Basil Wolverton e Howard Cruse.

    Já admirava muito o seu talento, agora tô aprendendo a ficar bobo com a sua técnica e a sua versatilidade!

    Grande abraço,
    J.

    ResponderExcluir
  2. Grande James, seus elogios e prestígio dão muito gás a um desenhista de ossos cansados como eu.Muito obrigado.
    Pois é,tento dar uma diversificada na finalização das minhas artes,isto depende muito da maneira de como eu sinto a história , de como ela mexe comigo.Tanto nas hqs como num desenho pra livro.
    Sim, Frankenstein é o ponto alto da brilhante carreira do mestre Bernie Wrightson na minha opinião.
    Dos artistas que você citou, Howard Cruse eu não conheço.Vou dar uma checada.
    Um forte abraço.

    ResponderExcluir