Total de visualizações de página

sábado, 2 de novembro de 2013

COMMISSION O3: BEYOND GOOD AND EVIL.



Bom dia a todos. Sabadão incomum aqui no Jaboatão, mormaço, muitas nuvens no céu, algumas gotas constrangidas de chuva, como aquelas pessoas que tentam animar uma festinha morna, sem sucesso. É feriado, dia dos mortos, ou para ser menos lúgubre, dia de finados. O dia em que minha avó materna estaria completando anos, se estivesse viva. Ouve um tempo em que eu não conseguiria sequer escrever estas palavras sem verter lágrimas, mas o tempo, inexorável, fechou esta ferida, deixando no lugar uma feia cicatriz.

Esta postagem era para ter sido feita ontem, mas tive que ir à sede da editora para assinar um monte de papéis e conversar sobre alguns novos projetos, e o que era pra ser uma coisa breve, acabou por me tomar a tarde inteira. Ouve uma chuva caudalosa, bem incomum para esta época do ano. O metrô lento e lotado, mais um trânsito arrastado e uma fila do caralho para pagar uma conta na lotérica, só me permitiram chegar em casa de noite, fatigado, faminto e louco por um banho. Sabem, detesto o dia em que não produzo nada. Contudo, sempre levo meu sketchbook aonde quer que vá, desta feita, mesmo em movimento consegui rabiscar algumas bobagens.

Antes de dormir tentei relaxar lendo ao "Juiz Dredd - Origens", especial que a Mithos lançou com o policial mais fodão de Mega City Um, que um amigo me emprestou. Muito, mas muito bom! Pena que este terá que ficar fora da minha coleção, caro demais pro meu bolso, que atualmente anda em recessão.

A arte de hoje é a terceira personagem de um game. Fechamos esta série.

Bom fim de semana.


4 comentários:

  1. Dia sem produção, parece mesmo dia perdido, mas tb é necessário descansar.

    Adorei a imagem! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema, Camila, é que a arte tem sido uma das únicas satisfações que encontro atualmente.
      Mas você está certa, é preciso descansar.
      Obrigado.
      Beijos.

      Excluir
  2. Essa série de personagens de game ficou 10, Schloesser. Imagino as pessoas no metrô tentando ver o que você está desenhando. Pra quem mal rabisca uma casinha, ver um desenhista de verdade trabalhando é como assistir a um show de mágica. Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Existem pessoas que são discretas, Carla, observam discretamente, mas algumas enchem o saco: "o que cê tá desenhando?" Nesse referido dia, teve um cara na lotérica, bem à minha frente, que colocou os óculos para observar o que eu estava fazendo. Não se tocava que eu sou de pouco assunto com desconhecidos, como meus sketches são umas coisas bem loucas, o cara começou a criticar: "esse desenho tá meio estranho, não tá muito bem feito não, essa mulher tá meio fora de proporção e bla-bla-bla", não adiantou eu me fazer de surdo, a cara de pau do sujeito era maior. Mas em geral não tenho problemas.
      Grato e um abração.

      Excluir