Total de visualizações de página

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

MY CRAZY SKETCHBOOK ( 04 )


Aqui estou de novo, como espero estar outras vezes, olhando matérias e perdendo tempo diante da tela do computador, ouvindo Jackson Five. A maioria dos sites que visito antes de iniciar meus desenhos são sobre artes e quadrinhos e estou achando tudo extremamente tedioso nos últimos tempos. Parece que a coisa não se renova nunca, é a mesma bobajada de sempre, o desenhista foda do momento com sua empáfia e aura de artista intocável. Fãs entusiasmados com mais uma bienal de hqs em BH. Tenho inveja deles, digo, dos fãs, não dos desenhistas, queria ter o mesmo arrebatamento de outrora, mas acho que o tempo roubou isto de mim. Ouve dias em que gostava muito de ir aos encontros, lançamentos de livros, conhecer ilustradores, pessoas do meio, tentar me entrosar e fazer parte. Naquela época havia o premio Ângelo Agostini, era bom assistir a premiação ao lado de artistas como o Arthur Garcia, João Pacheco e Franco de Rosa, hoje a coisa tomou dimensões, digamos, apoteóticas e apesar dos convidados internacionais de peso, não sinto o mesmo gosto. Mas sei que isto é só comigo, não consigo me adequar aos novos tempos, i-phones, e-books e sei lá mais o quê. Então talvez seja melhor mesmo eu continuar aqui, como um bloco de pedra. Hora de mudar de assunto.

Eu e verônica ficamos órfãos de Breaking Bad, a série terminou e tenho que admitir que é mesmo uma das melhores de todos os tempos e agora não temos uma boa boa opção de entretenimento no final de noite, assistimos ao piloto de Under the Dome e embora interessante, não nos pegou na veia. Teremos que esperar pela novas temporadas de Walking Dead, Homeland e Guerra dos Tronos. Isto porque gostamos de assistir as séries completas.

Nos quadrinhos estou curtindo as aventuras do Juiz Dredd.
Livros? Comecei a ler Amberville, presente da minha amiga e escritora Carla Ceres.
Cinema? Claro, fui ver o "Thor - O Mundo Sombrio", me diverti muito, gostei bem mais que do primeiro, dosaram bem a aventura, humor e ação. Depois da decepção que foi o Homem de Ferro 3, este Thor foi uma grata surpresa.

A Arte de hoje é mais um dos monstros dos meus cadernos de rabiscos.

Agora é hora de começar a trabalhar.
Até a semana que vem, se Deus quiser.


4 comentários:

  1. Oi, Eduardo! parei pra ler sua postagem e comentar, visto que essa madrugada vou lá conferir o FIQ e não sei se poderei acessar a net. Apesar de ainda me sentir entusiasmado com eventos de quadrinhos (afinal, nem fui a tantos, kkk) sei bem como é. Quando, anos atrás, comecei a me voltar para os quadrinhos e desenho (fiquei praticamente minha vida adulta toda longe) eu era um furacão de entusiasmo...Hoje sou mais dosado.
    Breaking Bad é mesmo bom, Comecei a assistir agora, depois que acabou. Estou ainda na segunda temporada. Juiz Dred comprei só o n° 1 e espero comprar mais no FIQ. É mesmo um boa alternativa para os costumeiros Marvel e DC.
    Aquilo que te prometi segue semana que vêm.
    Um ótimo final de semana pra vc e a Verônica.
    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, meu amigo Gilberto, confesso que durante muitos anos eu esperava fazer parte da turma que despontava na constelação de grandes quadrinistas nacionais, me esforcei por isto, trabalhando, indo aos lugares chaves, fingindo, inclusive, ser alguém que não sou, pois detesto a puxação de saco muito recorrente nestes meios, e isto, muito mais para ser um profissional de sucesso e consequentemente viver bem deste trabalho, que a vaidade da coisa propriamente dita, mas acho que, ou não fingi tão bem, ou meu trabalho não é lá tão bom como pensei que pudesse ser, pois apesar de tudo que publiquei, a nave nunca decolou. Tudo bem, acontece, muitos dirão que ainda está em tempo, sim está, mas com os anos a gente vai cansando e associando isto a um novo tempo em que apesar de todas as estações, não houve mudanças significativas no setor. Hoje estou na boa, estou na minha, aprendi a me orgulhar do que faço e estar satisfeito com minha modesta posição.

      Obrigado por seu apoio e admiração e aproveite bem o FIQ, faça umas fotos, ponha a timidez de lado e converse com seus ídolos, se a ocasião se apresentar.

      Abração.

      Excluir
  2. Oi, Schloesser!
    Gosto dos monstros do seu sketchbook. O de hoje, por causa de uma certa "doçura" que só eu percebo nos olhos laterais, me parece uma fêmea. Chamei o Leroy pra ver se ele sentia o mesmo. Nada feito. Ele diz que é um monstro muito legal, mas que, pra ele, é neutro, nem "menino" nem "menina".
    "Breaking Bad" é excelente mesmo, né? Sabia que vocês iam gostar. "Under The Dome" não chega nem perto. Acho que vamos começar "Guerra dos Tronos". Se vocês gostam, deve ser legal.
    Abraços pra vocês!

    ResponderExcluir
  3. Olha, Carla, na verdade nem pensei no sexo do monstro, só fui desenhando até sair algo que teivesse alguma forma plausível. Mas é muito fera ver que mesmo desenhos descompromissados suscitem algumas divagações. Agradeço muito.

    Guerra dos tronos é legal, sim, podem ver sem medo. Meu problema com esta série são os nomes das famílias, são tantos que ainda me confundo sem saber direito a quem estão se referindo.

    Abração, bom feriado e bom fim de semana pra você e o Leroy.

    ResponderExcluir