Total de visualizações de página

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

CAPA PARA A REVISTA "GAMERS" 01

No inicio da décaca de 90 fiz diversas ilustrações pra várias editoras em São Paulo. Cada um destes trabalhos e as pessoas que os encomendou renderiam histórias com fatos bem pitorescos, mas não vou cansar a mente de vocês com minhas reminicências, basta saber que pagavam pouco e boa parte delas não passavam de individuos antipáticos e pernósticos. Claro, nem todos, mas via de regra eu passava alguma "saia justa".
As capas para a revista Gamers da Editora Escala foram solicitadas ao grande Arthur Garcia, se não me falha a memória (foi isto mesmo Arthur?), mas por algum motivo ele não pode fazer e me passou a peteca, e eu tentei não deixa-la cair.
Criar estas capas foi um verdadeiro "tour de force", não sua execução exatamente, mas eu tinha que ir até a Lapa, na redação da Gamers pegar as referências (os caras lá eram legais e divertidos), entregava o trabalho pronto no Morumbi (ali o pessoal era insuportável, acho que não foram com a minha cara) e ia receber no Bairro do Limão (o Hercílio sempre foi amável comigo). E assim fiz quatro artes para esta publicação.
A que apresento hoje foi feita numa técnica mixta, óleo e guache sobre um papel canson.
Eu nada sabia sobre este universo dos video games, as únicas coisas que havia jogado eram, "Enduro", Space Invaders" e "Pacman" no Atary dos meus irmãos menores e ainda assim eu era péssimo. Desta feita eu nada sabia sobre Kazuya Mishima e Yoshimitsu (personagens desta primeira capa) para retrata-los como mereciam, mas fiz o melhor que pude.
Anos mais tarde virei um fã de Tekken, jogando compulsivamente nos Arcades ao ponto de conseguir uma lesão no polegar esquerdo, e nem assim tive competência para jogar direito.
Lamentávelmente as artes originais nunca me foram devolvidas.

4 comentários:

  1. Cara, eu não sabia que essa capa era sua.

    Eu tinha esta revista até pouco tempo atraz.
    Ótima arte parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Ô cara, obrigado.
    Faz muito tempo que fiz este trabalho. 1993 talvez?
    É, acho que foi isso.
    Quem sabe você não conheça as demais que fiz para
    a mesma revista?
    Aguarde postagens futuras sobre este assunto.
    Tudo de bom.

    ResponderExcluir
  3. Fala, Eduardo! Belíssimo trabalho! E que Via Crucis vc fazia, hein?
    Olha, já revirei seu blog de cabo a rabo, kkk. E sempre que possível, vou olhando um pouco mais.
    Abração,

    ResponderExcluir
  4. Gilberto, obrigado mesmo pelo pretígio.
    Valeu.
    Abração.

    ResponderExcluir