Total de visualizações de página

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

VERTIGO.

Pois é, hoje finalmente fui fazer uma endoscopia requisitada por uma médica de tripas faz uma cara.
O consultório tava vazio, mas o médico chegou com meia hora de atraso.
- O que te trás aqui sr. Eduardo?
- Bem, aconteceu de acordar algumas noites com refluxo, aquele gosto que mais parece ácido na garganta, daí a "gastro" requisitou este exame, mas faz muito tempo que não acontece, digo, o refluxo.
- Sei, rotina, então.
- É.
- Tá de jejum desde que horas?
- Desde ontem a noite.
- Ótimo. O senhor trouxe alguém para acompanha-lo? O senhor será sedado.
- Sim, minha esposa.
-  Bem, pode se deitar ali, por favor.
Deitei, a enfermeira me deu um luftal, injetou algo na minha veia e uma substância para anestesiar a garganta. Colocou uma espécie de prendedor no meu indicador esquerdo. Já estava sentindo vertigem e um sono estranho. Pediram pra deitar de lado e algo que parecia uma mangueira começou a deslizar pela minha garganta abaixo. Acho que apaguei, não sei direito. E isto foi que achei divertido, para mim, naquela hora eu parecia acordado, mas lembrando agora, não tenho uma recordação muito clara.
A enfermeira me ergueu da cama e me apoiou até um quarto contíguo e me fez deitar numa espécie de maca. Eu estava completamente zonzo. Quando dei por mim a Verônica estava sentada ao meu lado. Ela falou que eu não dizia coisa com coisa. Eu lembro de estar falando claramente.
A tontura e sonolência passou agora a pouco.

O desenho é mais uma cena das " Memórias De Um Sargento De Milicias" e não tem nada a ver com este texto, assim como este texto não tem nada a ver com nada.

Se não der pra passar por aqui amanhã, desde já desejo a todos um bom final de semana.
Inté.

2 comentários:

  1. Esse hábito de escrever e descrever o que se passa conosco é bem bacana. Estranho para as pessoas comuns, mas não para mim. A gente têm a vontade analisar tudo, meio que saindo do próprio corpo, kkkk...
    O desenho, como sempre, muito expressivo.
    Ótimo final de semana,
    Abração,

    ResponderExcluir
  2. Salve, Gilberto, realmente tem certos fatos que me impelem registrar, pode não ter relevância para os outros, mas tem para mim e acontece as vezes de encontrar eco em alguém, como, parece, foi o seu caso. Obrigadão.
    Abraços e bom descanso.

    ResponderExcluir