Total de visualizações de página

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A BÍBLIA ( 02 )


Não houve praticamente pausa entre a primeira Bíblia e a segunda. Fui desenhando o volume 2 enquanto a coisa azedava entre os idealizadores do projeto. Neste eu me vi mais solto, mais a vontade. Pude experimentar sem o medo característico dos palpites que certamente vem quando você se lança num projeto em que se é apenas uma ferramenta de trabalho. Neste caso não houve interferências por parte de Lex que confiava totalmente no meu instinto. Gosto da liberdade que me dão, gosto da confiança. O mesmo acontece com a bio do Poe que estou fazendo.
Neste segundo número do Antigo Testamento, desenhei quase todas as histórias, só não refiz Cain e Abel por uma questão de tempo. Tempo e grana, afinal Luthor não ia me pagar para fazer uma história que já estava pronta. O caso é que Lex queria toda esta edição no meu traço. Não foi possível, paciência.
Outro ponto positivo em relação ao segundo número foram as cores. Para esta empreitada chamaram um chegado nosso chamado Cidclay Laurentino (e sua equipe). Embora se dissessem neófitos na coisa, o resultado pra mim foi bem satisfatório, bem melhor que o cromatismo cheio de "texturas" da primeira edição.
Não gosto muito do que fiz em José do Egito, mas já me agrada muito a saga do profeta Jonas, fiz ainda Daniel na cova dos leões e Salomão. Para cada um tentei uma "pegada" diferente, uma finalização diversa para mudar o clima de cada narrativa.
Este volume passou totalmente invisível ao público. Cheguei a levar alguns exemplares para São Paulo e tentei divulgar em alguns sites especializados, contudo foi totalmente ignorado. Por outro lado entendo que fica difícil trombetear em cima de um produto que não será comercializado.
"- Onde vende?"
"- Não será vendido, será distribuido em escolas."
"- Mesmo? Meu filho estuda em tal colégio, quando ele terá o dele?"
"- Puxa cara, eu não sei."
É, assim fica dificil mesmo.
Foi um material no qual tive muito gosto em fazer. Imaginei aquelas cenas como nos filmes bíblicos antigos tipo Os Dez Mandamentos e Ben-Hur. Pena que não rendeu os frutos que esperávamos.
Nem sei se Lex e Luthor se falam ainda hoje em dia, nunca mais os vi. De qualquer forma ainda trabalhei com Luthor na Bíblia 3, a história de Jesus, agora também como roteirista.
Esta nunca chegou a ser impressa. Recebi pelo trabalho e nunca me procuraram para edita-la. Os originais ainda estão comigo.
E como vocês podem imaginar é tema pra uma outra postagem.









5 comentários:

  1. Fala, Eduardo! Cara, esse trabalho me lembrou aquelas Edições da Ebal: Epopéia, só que ainda melhor. Pena que as coisas não tenham se desenvolvido. Pra você deve ter sido muito frustante...
    Ótima semana,
    Abração,

    ResponderExcluir
  2. Caraca! Trabalho lindo, hein!? Não sei se você chegou a me responder, mas uma vez eu perguntei onde vendia. E agora pergunto novamente: onde vende isso? Na Comix?
    Abração!

    ResponderExcluir
  3. Cara, e bota frustrante nisto. Mas a vida é assim.
    Pior é um álbum do Zé Gatão que já está pronto faz uma data, e tá dificil de alguma editora assumir os riscos.
    Obrigado e boa semana pra você também.

    ResponderExcluir
  4. Desculpa, Du, não li até o final, fiquei deslumbrado com os desenhos e achei que tivesse como comprar em lojas! Deleta minha mensagem anterior e pára de xingar! (risos)
    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. No problem man, mas é uma pena mesmo não terem comercializado estas HQs.
    Abraços.

    ResponderExcluir