Total de visualizações de página

terça-feira, 19 de abril de 2011

O QUE ESTOU LENDO ( 01 )

Não leio um gibi de super-heróis faz muito tempo. Muito tempo mesmo! Principalmente os da DC Comics. Nada contra, mas eu prefiro a Marvel, nem sei dizer porquê. Acho que os heróis da Casa das Idéias são (se isto é realmente possível) mais humanos, pelo menos tem os conflitos mais humanos. Ou tinham. Repito, não leio heróis tem uma cara. Eu comprava uma ou outra Marvel Max quando havia um arco de histórias interessantes.
Na revistaria que frequento, me limito a folhear as edições que saem regularmente e o que noto é que os desenhos são sempre espetaculares, mas os enredos pecam, como a muito, pela mesmice. Claro, uma edição fechada do Batman (herói que aprecio bastante) quando a Panini soltava uma, eu corria atrás, e geralmente era uma boa diversão.


 Quando estive em São Paulo recentemente, recebi de presente do meu amigo e editor Franco de Rosa, uma edição especial da DC em duas partes chamada de "DC: A Nova Fronteira" e estou achando muito legal. Entretenimento garantido. Ainda não acabei de ler o primeiro volume, pô, com o tempo escasso que venho tendo, sou obrigado a ler as coisas picadas, em intervalos de trabalho, geralmente pra dar uma descansada  na mão e nas costas.  Por exemplo, estava lendo e curtindo muito um livro de terror inquietante que meu irmão me deu, chamado de "A Estrada da Noite", do John Hill, (pseudônimo do filho do Stephen King) mas interrompi, por achar que livro você não lê assim, uma fraze num dia e uma página daí a uma semana.


Voltando ao quadrinho, esta edição é escrita e desenhada pelo Darwyn Cooke, que com seu traço que remete muito à idade de prata dos comics, consegue imprimir aquela áurea típica da época em que a história se passa, ou seja, as décadas de 40, 50. Recontando de uma forma bastante peculiar o surgimento de alguns heróis e traçando todo o panorama do período, misturando fatos históricod e ficticios. Até aí nenhuma novidade, mas Cooke, não parece ter a pretenção de ser Allan Moore com seu Watchmen como tantos fizeram. Ah, as cores sóbrias são do Dave Stewart.


Como disse, não acabei de ler nem o primeiro volume pra falar bem da obra de forma enfática, mas fica claro que esta é uma HQ de heróis bem diferenciada das que costumam aparecer no cenário. 
Quando terminar toda a saga, voltaremos a este assunto, se Deus quiser.
Boa noite procêis.










4 comentários:

  1. Também consegui a mini-série e ainda não comecei a ler. A arte legal de COOKE (o mesmo do SPIRIT, após crossover com BATMAN, na DC ) é mesmo limpa e "retrô". Foi ele quem desenvolveu a abertura do BATMAN DO FUTURO (que parecia um "tecno-videoclipe" futurista).

    ResponderExcluir
  2. Batman do Futuro? Taí uma coisa que eu não sabia.
    Valeu pela informação.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Ôpa! Vou procurar por aqui.
    Bom feriado,
    Abração,

    ResponderExcluir
  4. Beleza, é um bom quadrinho (pelo menos até agora).
    Bom feriadão aí amigo, com bastante peixe e ovo de páscoa pra você e toda a sua familia.
    Abraços.

    ResponderExcluir