Total de visualizações de página

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

POE, CORBEN E ALAN PARSONS


Perfeito mesmo, somente Deus.
A Santíssima Trindade.
As criações humanas jamais poderiam sequer chegar à Sua sombra.
Dito isto, vamos enaltecer algumas obras terrenas que merecem comentários.
Existem manifestações artísticas que quando combinadas, tem o poder de arrebatar.
Sou fã de Edgar Allan Poe, Richard Corben e Alan Parsons.
Os que amam a boa literatura certamente conhecem Poe e seu célebre poema O Corvo, os que prestigiam as HQs alternativas com certeza já leram alguma coisa do mestre Rich Corben, e aqueles que valorizam a boa música é muito improvável que não conheçam o Alan Parsons Project.
Mas pode ser que a rapaziada mais nova esteja por fora, então só me deixe informa-lo que Parsons foi engenheiro de som do lendário Dark Side Of  The Moon do Pink Floyd, recebendo um Grammy pelo mesmo. No ano seguinte ele juntou-se ao músico e compositor Eric Woolfson para formar uma banda. O primeiro disco conceitual desta parceria foi o excelente TALES OF MYSTERY AND IMAGINATION EDGAR ALLAN POE (aqui, uma das faixas é o foco da nossa postagem) de 1974. A banda fez muito sucesso, tendo vários hits tocados nas FMs durante os anos 80. Alguém aí já deve ter ouvido TIME.
Mas o que nos interessa aqui é a fusão que é apresentada neste vídeo. O triste poema do Edgar ilustrado por Corben e musicado pelo Alan Parsons Project.
Na verdade esta não foi a única vez que Rich se aventurou em quadrinizar o poeta americano maldito, no período Warren temos vários brilhantes exemplos e um recente e belamente ilustrado livro em que ele dá forma a alguns contos e poemas para o selo MAX da Marvel.
(Isto tudo me lembra que estou com a biografia do Poe parada, entalada como um espinho de peixe na minha garganta, GRRRRR . Mas um dia ela ficará pronta).
Portanto, meus queridos e queridas, coloquem o vídeo em tela cheia e deleitem-se com as imagens do Corben, a inebriante e misantrópica música de Alan Parsons e o funesto poema de Edgar Allan Poe.
Bom fim de semana a todos e até segunda com a permissão do nosso Deus.

video

6 comentários:

  1. Pelos meus umbrais!!!!

    Essa obra prima do Corben eu já conhecia, mas não sabia que o Alan Parsons tinha musicado o poema. Ficou ótima a edição do vídeo. Parabéns pela postagem.

    Um abração

    Agildo

    ResponderExcluir
  2. Ô Agildo, obrigado. Realmente, uma arte atípica, pra uma obra imortal, com música sui generis.
    Só podia dar um resultado fabuloso como este.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Fala, Eduardo! Ótimo vídeo. Ficou muito bacana mesmo, Arte, música e edição.
    Ótima semana,
    Abração,

    ResponderExcluir
  4. Obrigado Gilberto, ainda existem vídeos relevantes sobre Corben que vale a pena a postagem. Vamos aguardar o momento certo.
    Ótima semana pra você também.
    Abçs.

    ResponderExcluir