Total de visualizações de página

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

VAMPIRELLA


Acho que a primeira vez que vi uma revista da Vampirella foi ainda nos anos 70. Não sei se as edições nas bancas de jornais eram da Editora Kultus ou Noblet (ambas extintas, se não estou enganado), mas as capas ilustradas pelos feras espanhóis Sanjulian e Enrich me deixaram fascinado. Cheguei a possuir um ou dois exemplares, agora edições especiais da Kripta da RGE, numa época em que eu cavocava os sebos paulistanos, geralmente em bancas velhas que ficavam ali próximas ao prédio do DEIC. Não era muito fã das histórias da vampira embora os desenhos do José Gonzales fossem de encher os olhos. Legais mesmo eram as outras narrativas terroríficas que complementavam a revista.
Mas sabem, é dificil ficar indiferente a uma personagem tão sensual, por isto, um pouco depois de eu ir a falência com a minha banca de revistas, influênciado pela febre dos cards, resolvi fazer minha versão da personagem a óleo sobre tela. Fazia parte do que chamo de portfólio de super-heróis (um conjunto de velhas pinturas vistas por quase ninguém).
Como sempre, pelas grandes dimensões, posto duas versões, uma revelada em cromo e outra fotografada com câmera digital.

4 comentários:

  1. Fala, Eduardo! Eu nunca li uma hq da Vampirella, apesar de conhecer a personagem. E olha que já li Valentina, do Crepax, Mirza, Druna, etc... Estou me devendo, kkk.
    Pintura de encher os olhos! Parabéns!
    Abração,

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Gilberto.
    Realmente, o que li da Vampirella não é lá essas coisas. Acho hoje um tanto datado tanto textos quanto desenhos. Mas sempre vale uma conferida.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Conheci a personagem em informativas como HERÓI GOLD e WIZARD BRASIL. Pintura legal.

    ResponderExcluir