Total de visualizações de página

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

APROVEITANDO PEDAÇOS DE TELA ( SUPERMAN )

Este é o último desta série onde eu aproveito um pedaço de material que normalmente iria para o lixo.
Pena. A gente acaba se acostumando com coisas assim. Haviam mais alguns, mas infelizmente na era pré-scaner acabei perdendo nas gavetas de algumas redações de revistas e editoras. Paciência, havendo oportunidade farei outros.
Espero num futuro próximo ver um filme decente do Super. Tecnologia e gente capacitada pra isto deve ter, não é possível. Estão devendo um filme que faça justiça a este incrível personagem desde aquele primeirão que imortalizou o saudoso Christopher Reeve. O resto é bom nem lembrar.
Falando em super-homem, hoje fui assistir "Mercenários". Quem curtia filmes de ação nos anos 80, deve se esbaldar com este. Esplosões, muito tiro, muita facada, muito murro na cara, muita mentira, muita canastrice, muitos clichês. Enfim, filme pra se divertir. Roteiro e verossimilhança?  E precisa disto num filme que consegue reunir tanta testosterona? Só a cena do Schwarza, Sly e Willis já merece o ingresso. Eu achei legal.
Ok, por hoje é isso. Boa noite procêis.
 

4 comentários:

  1. eu fui no cinema domingo, mas não foi pra ver mercenários não, fui ver o ultimo mestre de ar que ficou cheio de efeitos especiais e não pecou nisso não, só deixou os personagens do anime meio heróicos e muito sérios, mas fora isso foram fiéis ao desenho avatar.
    já os mercenários, escolhi não ver pra não dar bilheteria pro filme do cara que avacalhou o Brasil (eu magoei, rs)
    e quanto ao super man, eu tbm acho que desde o Christopher Reeve, nem em séries retrataram ele bem.... odeio smallvile!!!
    bj

    ResponderExcluir
  2. Olá Bruna,compreendo sua mágoa em relação ao Stallone, é natural. Ele foi infeliz no comentário, reconheço. Mas eu penso um pouquinho diferente. Dê uma lida neste artigo:
    http://www.midiasemmascara.org/artigos/cultura/11289-stallone-esta-certo.html
    e tire suas conclusões partindo de uma outra ótica.
    No mais, um abraço e obrigado pelo seu prestígio.

    ResponderExcluir
  3. oi eduardo! obrigada pela dica, eu li o artigo, muito bom, concordei, claro que o brasil não deixou de ser uma republica das bananas, mas ainda quero dar um chute no traseiro do Stallone por fazer igualzinho ao que gente vê nos filmes norte-americanos, traçar estereótipos para todo mundo, e ficar debochando até ver alguém chorar.

    ResponderExcluir